sábado, 24 de setembro de 2011

Viva a Palestina

Pois, a Palestina...

A resposta das "potências ocidentais" à apresentação do pedido de adesão de um Estado da Palestina às Nações Unidas como membro de pleno direito efectuada ontem, põe mais uma vez a nu a grande hipocrisia desta tal civilização.

Civilização estranha que permite a mais brutal opressão de um povo, que permite a humilhação sistemática (e mesmo o extermínio) de 10 milhões de pessoas - pois, a população palestiniana, residente no seu país ocupado pelos sionistas e na diáspora, é igual à de Portugal.

E Portugal? A posição deste governo de "abanar o rabito" aos EUA e aos seus súbditos europeus - não é esta a Europa, a União Europeia, que queremos certamente -, é sintomática do que vai "na alma" desta gente e não corresponde ao "sentir" do povo português, ele próprio oprimido durante muitos anos.

Não nos parece sequer importante discutir se a apresentação deste pedido à ONU é a via correcta ou adequada para a afirmação da Palestina; parece-nos sim da mais elementar justiça que, desta ou de qualquer outra forma, seja posto fim à ocupação e à barbárie israelita sobre o povo da Palestina.


Sem comentários:

Publicar um comentário